QUAIS AS CAUSAS DAS INCÓMODAS AFTAS?

As úlceras aftosas – aftas – são a segunda maior causa de problemas orais nas pessoas. Surgem na forma de pequenas lesões redondas ou ovais e têm a borda vermelha com o centro branco ou amarelo. Por norma, aparecem na mucosa da boca e, algumas vezes, na gengiva.

Ainda que não sejam contagiosas, as aftas causam dor e desconforto, a comer, a conversar. Contudo, desaparecem por norma ao fim de uma ou duas semanas.

Como sabe, existem vários tipos de aftas. As menos dolorosas são pequenas e de borda vermelha com o centro branco e desaparecem por si só no espaço de uma semana. As aftas menos frequentes mas mais dolorosas e maiores em tamanho e profundidade têm também bordas vermelhas e centro branco mas são irregulares e levam até seis semanas a desaparecer, deixando algumas cicatrizes. Para além destas, existem também as aftas herpiformes. O seu aparecimento não é gerado pelo vírus do herpes e o seu nome advém do aparecimento de inúmeras úlceras, de dez a cem simultaneamente, de tamanho minúsculo, que se juntam e formam uma grande afta do mesmo tipo das anteriores, dolorosas, tendencialmente cicatrizando entre uma ou duas semanas.

Outro facto que também é do seu conhecimento é que as aftas podem ter diversas origens. Abaixo indicamos uma lista de possíveis razões para o aparecimento destas úlceras irritantes:

Falha no sistema imunológico.

O sistema imunológico atua como um escudo protetor do nosso organismo. Quando falha, seja por causas internas ou externas, a probabilidade de recebermos um vírus, infeções e outras patologias que afetam a nossa saúde e o funcionamento do corpo aumenta significativamente.

O sistema imunológico é composto por um conjunto de células, tecidos e órgãos, sendo um dos mais complexos e eficazes na identificação, eliminação e memorização de patogénicos como as infeções ou as formações tumorais. Embora seja tão desenvolvido ao ponto de se poder preparar para futuros ataques de vírus previamente contraídos, por vezes, o sistema imunológico pode ser afetado e atacar as células saudáveis que ainda temos. Um dos locais onde tal pode acontecer é a boca – o que poderá causar o aparecimento das aftas.

No caso do aparecimento de aftas ser acompanhado por febre é necessário ir ao médico para descartar algum tipo de infeção ou, inversamente, obter um diagnóstico precoce de qualquer possível complicação médica.

Comer alimentos ácidos.

A ingestão de alimentos com alto grau de acidez na sua composição (como tomates, ananás, trigo, álcool ou café) pode causar lacerações na boca que acabarão por tornar-se em aftas ou úlceras.

Problemas gástricos – como a azia e o refluxo – podem também causar aftas e outras complicações de saúde oral, tais como, a erosão do esmalte dos dentes e queimaduras. Quando esta é a origem, é recomendável consultar um médico especialista em gastroenterologia para estabelecer um plano de ação contra a doença.

– Nutrição deficiente.

A carência ou deficiência nutricional são consequência da insuficiente ingestão de um ou mais nutrientes fazendo com que a sua alimentação não cubra todas as necessidades fisiológicas do seu corpo.

Seja por consumir um alimento em pouquíssimas quantidades, não consumi-lo de todo ou por existir alguma patologia presente no organismo que impeça a sua absorção, a insuficiência nutricional é a causa de múltiplas doenças e falhas no sistema imunológico.

Outra causa associada à deficiência nutricional é a produção de aftas como resultado da escassez de vitaminas e minerais como o ferro, ácido fólico, vitamina B12 e zinco.

Alimentos ricos em ferro – como o agrião, espinafre e sementes – podem ajudar a neutralizar estas deficiências se ingeridos com a devida frequência.

Stress.

Atualmente, o ritmo de vida acelerou exponencialmente. O cumprimento das obrigações diárias representa um enorme gasto de energia resultante em cansaço e stress.

O stress é considerada a doença do século XXI e a principal causa de doenças graves e fatais. Exemplos disso são o cancro, doenças cardíacas, e outras mais. A ansiedade e o nervosismo também são uma consequência direta de um constante estado de fadiga e frustração.

Segundo estudos recentes há uma relação direta entre o stresse e surtos de aftas, sendo estes a resposta do organismo à submissão do primeiro.

– Problemas dentários.

Problemas bucais como a periodontite, gengivite, cáries, malformações ou anomalias orais (entre outras condições que podem ocorrer na cavidade oral) são frequentemente tratados com próteses ou limpeza dentária agressiva que, por atrito, causam lacerações ou pequenas feridas que se tornam aftas.

A escovagem agressiva, incorreta ou excessiva é também uma causa para as irritantes aftas. A fim de evitá-las, devemos apenas escovar os nossos dentes com movimentos delicados e metódicos que não toquem nas bochechas, língua e outros tecidos moles da boca.

De notar também que, se a ortodontia ou a prótese dentária são a causa das úlceras, é aconselhável visitar o seu dentista para que este verifique e elimine quaisquer pontos afiados, aliviando o atrito e evitando o aparecimento de novas aftas.

O tratamento para eliminar este problema bucal depende em grande parte da sua vontade e dos hábitos que adota para que possa livrar-se do mesmo. Preste mais atenção aos alimentos que come e escolha os mais saudáveis e ricos em vitaminas e minerais. Reduza os seus níveis de stress e mantenha uma boa saúde bucal. Seguindo estes passos está no bom caminho para livrar-se destas úlceras irritantes.